Viagens Literárias

Recursos Educativos Digitais com o Google Earth

3 aspetos fundamentais do trabalho com os Recursos Google Earth

infoPublico recursos educativos digitais realizados com o Google Earth desde 2008. Cinco anos já. Ainda não fiz as contas mas muito provavelmente, o número de recursos produzidos que não saiu diretamente das minhas mãos já ultrapassa os que eu própria fiz como professora. Na verdade, o meu papel tem sido muito o de dinamizadora da criação e utilização destes recursos e, ultimamente, do envolvimento dos alunos nessas tarefas. Considero como muito bons todos os recursos aqui partilhados. Como qualquer trabalho criativo, podemos pensar sempre que poderiam melhorar, num ou noutro aspeto. Na verdade, todos eles servem objetivos educativos muito definidos e não tenho dúvidas de que são recursos motivadores.

Na divulgação e, sobretudo, para a re-utilização destes recursos há, no entanto 3 aspetos que continuam a revelar-se fundamentais. Passo a descrevê-los de forma sucinta:

– o Guião pedagógico: todos os recursos devem ser acompanhados de um guião pedagógico (exemplo 1, exemplo 2).  Este guião pode, inclusive, estar disponível a partir de uma hiperligação incorporada no próprio ficheiro .kml ou .kmz (Google Earth) ou ser apresentado em separado. Uma página A4 basta para explicar em que contexto foi o recurso produzido, quais os seus objetivos e quais as sugestões de tarefas. É, com toda a certeza, um excelente ponto de partida para o professor que deseje utilizar um recurso com os seus alunos.

– o Marcador de Informação: com frequência abro um ficheiro .kmz cujo objetivo conheço superficialmente e inicio a lista de marcadores. Sinto sempre a falta de um marcador inicial, de informação geral, que contextualize o recurso e o explique minimamente. O primeiro recurso aqui publicado (sobre “Os Lusíadas”) tinha essa informação. Considero-o também muito importante por um motivo: para registar a autoria do recurso, o nome dos Professores e alunos envolvidos, oano, ciclo, área disciplinar, data, etc.

– a Referência às fontes documentais utilizadas: em breve será publicada uma versão melhorada do recursos sobre «Os Lusíadas». Sê-lo-á para marcar o 5.º aniversário do projeto mas sobretudo para procurar marcar a diferença: eis um recurso que se destinava apenas a consumo internos, aos meus alunos de 9.º ano e eis outro, com as fontes documentais devidamente registadas. A maior parte dos recursos aqui disponibilizadas já evidencia essa preocupação e é algo que não podemos mesmo esquecer. A imagem é colocada a partir do url original, certo; mas a forma como é apresentada tem de deixar clara a sua fonte. Escrever em letras mais pequenas «Imagem disponível em [url]» não custa mesmo nada e educamos os nossos alunos a respeitar a autoria.

[imagem disponível em http://fazerporsalvaterra.blogspot.pt/2013/02/informacao-populacao.html]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: